[  Dr. Vinícius Ferreira Borges  ]

Inscrição no CRP: 04/32291

Psicólogo cadastrado no e-Psi

Psicólogo, pesquisador, professor e autor de artigos científicos e capítulos de livro de circulação internacional. Possui sólida formação acadêmica, tendo obtido os títulos de Doutor em Saúde Mental pela Universidade de São Paulo (USP), Mestre em Análise do Comportamento pela Universidade Estadual de Londrina (UEL), Psicólogo, Bacharel e Licenciado pela Universidade Federal de Uberlândia (UFU).

 

Na área clínica, realiza avaliação, diagnóstico, orientação e tratamento psicológico baseado em evidências nas modalidades presencial e online. Seu trabalho está direcionado tanto para a reparação de danos, como para o desenvolvimento de capacidades e condições que promovam a saúde mental e a qualidade de vida do paciente. Dentro desse escopo, atende adultos com transtornos relacionados à ansiedade, bipolaridade, depressão, estresse e risco de suicídio. Dedica-se igualmente ao atendimento de pessoas saudáveis com dificuldades emocionais, comportamentais ou de relacionamento. Tem como referência abordagens Comportamentais e Cognitivas, empregando técnicas e estratégias de coping (enfrentamento de problemas), mindfulness (atenção plena), regulação emocional, modificação comportamental e psicoeducação.

 

Como docente, ministrou aulas, cursos, seminários e palestras sobre Análise do Comportamento, Psicologia Cognitiva, Emoção, Motivação, Psicopatologia, Psicossomática e Metodologia Científica em cursos de graduação e especialização em Psicologia.

 

Em pesquisa, desenvolveu e orientou estudos no campo da emoção e da saúde mental, tendo sido autor de estudos científicos publicados em revista da American Psychological Association (APA) e livro da editora Nova Science (New York). Já atuou como parecerista convidado da Revista da Sociedade Brasileira de Psicologia Hospitalar e do periódico Archives of Clinical Psychiatry.

pscicologo.png
"O sucesso não é o final. O fracasso não é fatal. O que
conta é a coragem de continuar

(Winston Churchill)